Parada de mão – O que é trabalhado na sua execução

parada-de-mao-01

A parada de mão é um grande desafio por si só, mas ela também funciona como parte de uma progressão para movimentos de força mais difíceis como a flexão com parada de mão. O seu tempo contra a parede irá ajudá-lo nisso porque, assim como a parada de mão, a flexão com parada de mão, no início, deve ser aprendida contra uma parede, mas pode vir a ser realizada independentemente. Primeiro passo é a concentração, principalmente em encontrar o equilíbrio. Uma vez que você o encontre, você pode trabalhar para colocar suas pernas para cima, abrir seus ombros e enrijecer seu abdômen, lombar e glúteos para alcançar uma linha reta. Se você tiver dificuldade com o alinhamento, pratique a parada de mão de frente para uma parede para ajudá-lo a avaliar a posição do seu corpo.

Na ginástica moderna, as paradas de mão são realizadas em uma linha reta perfeita de cima até embaixo. Por este motivo, muitas pessoas lhe dirão que curvar suas costas é a forma errada. Segundo a fisioterapeuta Zenilda Soares, isso é útil e necessário em muitos casos, enquanto você aprende a encontrar o equilíbrio. Quando você tem baixo equilíbrio, há menos coisas que você pode fazer para deixar de cair. A transição de uma parada de mão contra uma parede para uma parada de mão autônoma pode ser um processo lento. Seja paciente!

Benefícios e contraindicação da parada de mão

parada-de-mao-02

Aumenta a força

Para fazer uma parada de mão assistida ou não assistida é necessária muita força para se manter. Normalmente a força é aumentada nos ombros, parte superior das costas, abdômen e até mesmo no peito, fazendo paradas de mão. Você pode começar simplesmente fazendo paradas de mão assistidas por 3 séries de 10 segundos cada. Se você puder fazer 10 segundos facilmente, aumente para 20, 30, 40 e até um minuto.

Melhora o equilíbrio

Como discutido acima, você vai aumentar a força de vários grupos musculares que ajudam a manter o equilíbrio em situações fisicamente exigentes. Você também vai desenvolver uma relação entre as áreas do seu corpo que são necessárias para manter o seu equilíbrio e como se ajustar na hora de parar de tombar. Isso ajuda a mantê-lo mais em sintonia com os movimentos de seu corpo.

Estimula o sistema endócrino

Fazer as posições invertidas pode, portanto, ajudar a estimular o seu sistema endócrino que é responsável pela regulação do humor, o crescimento, o desenvolvimento, a função dos tecidos, o metabolismo, a função sexual e outras funções corporais. Quando o corpo é virado de cabeça para baixo e o sangue vai para a cabeça, a glândula pituitária é estimulada, o que ajuda a definir um ponto para o peso corporal saudável. Assim, a inversão traz o sangue para as glândulas da tireóide para ajudar a regular a produção de T3 e T4 (hormônios da tireóide), o qual afeta o metabolismo.

Contraindicação

Não praticar no período menstrual, nem pessoas que sofrem de problemas de pressão nos olhos(glaucoma, por exemplo), pressão nos ouvidos e pressão alta. Problemas na coluna também são delicados.

‘’O ideal é que os nossos músculos obedeçam à nossa vontade. A nossa vontade não deve ser dominada pelas ações reflexas de nossos músculos.’’ Joseph Pilates